Buscar
  • Raquel Coicev

O que é SEO (Search Engine Optimization)?

SEO significa Search Engine Optimization (Otimização para mecanismos de busca).



SEO-Google


É um conjunto de técnicas de otimização para sites, blogs e páginas na web.

Essas otimizações visam alcançar bons rankings orgânicos gerando tráfego e autoridade para um site ou blog.


Essa estratégia é fundamental para sua empresa ganhar destaque, visibilidade no mundo digital e, por consequência, mais clientes e faturamento para o seu negócio, uma vez que 90% das pessoas que fazem pesquisas no Google clicam apenas em resultados que aparecem na primeira página do mecanismo.


O principal objetivo do SEO, então, é aumentar o volume do tráfego orgânico e garantir mais visibilidade para as páginas na web.


Podemos concluir então que, SEO é um conjunto de estratégias que irão melhorar o fluxo de visitas ao seu site.

Como chegar ao topo – Os principais fatores de rankeamento do Google


Atualmente, quando falamos em fatores de rankeamento, sabemos que existem mais de 200 fatores que realmente impactam nos resultados.


Mas segue alguns detalhes mais básicos:


On Page - fatores que devem ser trabalhados dentro do próprio site


1- SSL

É o famoso “cadeado verde” que tem à esquerda dos endereços no navegador.


A diferença de um “S”


O sites que tem um protocolo antigo de segurança ainda são HTTP, os que usam o SSL 2048-bit agora tem um S adicionado na sigla ficado HTTPS.

Essa chave de segurança mais moderna tem se comprovado como mais eficiente contra ataques de invasores e vírus, o que fez com que o Google prestasse atenção na ova tecnologia.

Segunda a empresa, os sites vão começar a receber uma “leve melhora de sinal de rank” caso adotem o SSL 2048 e apesar de “Isso fazer uma diferença menor que 1% nas buscas globais”, talvez esse fator possa ficar mais importante no futuro.

Ou seja, preocupados com a proteção geral da Web, eles decidiram usar a chave para o rankeamento como uma forma de aumentar o número de usuários do HTTPS. Como fica bem claro na seguinte declaração: “Queremos que todos os donos mudem de HTTP para HTTPS para manter todos seguros na web”.



1 - Qualidade do conteúdo


Existem dois fatores principais para o rankeamento no Google: Link Building (que veremos mais à frente) e a qualidade do conteúdo.


Desde o lançamento do Google Panda, o algoritmo procura identificar conteúdos de baixa qualidade para otimizar os resultados para o público.


Ou seja, quanto melhor for o seu conteúdo, melhores as chances de você figurar nas primeiras posições.


2 - Tamanho do conteúdo


O tamanho influencia diretamente nos rankings do Google. Em uma pesquisa feita pela  Search IQ, a média de tamanho dos conteúdos que figuram nas primeiras posições era de aproximadamente 2.500 palavras.


Isto porque o Google procura os conteúdos mais completos, que esclareçam as dúvidas dos leitores. Mas isso não é uma regra! Tudo depende de como seu público especifico reage ao tamanho dos seus conteúdos e, principalmente:


O seu conteúdo responde de maneira completa a dúvida que levou até ele?

Independente do tamanho do texto, este público precisa ler o seu conteúdo e ter todas as suas dúvidas resolvidas. Caso contrário, procurará outro texto que esclareça melhor os seus questionamentos.


3 - Título interno


O "title tag" é o título interno do seu blog, aquele que o leitor verá quando já tiver acessado o seu conteúdo. É muito importante destacar que ele deve ser diferente do seu SEO title, que será um fator externo e deverá levar o leitor ao seu texto.


Os dois títulos possuem funções diferentes. A função do título interno é fazer com que o leitor que já acessou o seu post tenha ainda mais interesse em ler o conteúdo.


A liberdade quanto ao uso de caracteres e à posição das palavras-chave permitirá títulos mais criativos e que aumentem o desejo  o no leitor de consumir o conteúdo. Você deve gastar o maior tempo possível para elaborar um bom título, afinal ele é a primeira impressão que o leitor tem do seu texto


4 - URLs amigáveis


As URLs são um fator direto de rankeamento. O Google também identifica o uso das palavras-chave no endereço da sua página. Além disso, quanto mais amigável ela for, mais fácil para os leitores clicarem e serem direcionados para a sua página.


Um exemplo de URL amigável: https://www.raquel.coicev/contato


As melhores práticas para se fazer uma URL amigável são:

conter a palavra-chave; ter no máximo um subdomínio; ser curta e facilmente interpretável; conter hifens para separar as palavras (o Google não lê espaços); ser relacionada ao título do post.


O que você deve evitar:


URLs que não fazem nenhum sentido para o leitor; números nas URLs; URLs enormes; caracteres indevidos (pontos, letras maiúsculas, etc.); abusar de subdomínios


5 - Uso da palavra-chave


O uso das palavras-chave mudou bastante.


Antes:

Keyword stuffing funcionava; Conteúdo de baixa qualidade rankeava; Foco na palavra-chave exata.


Agora:

Análise semântica;Qualidade do conteúdo;Foco na intenção do leitor.

Desta forma, é importante saber fazer um bom uso das suas palavras-chave dentro do conteúdo. É importante que a sua palavra apareça no princípio do conteúdo para os crawlers do Google logo verem que aquela página está falando do tema proposto.


Não existe um número exato de vezes que a palavra-chave deve aparecer no conteúdo. O importante é evitar forçar com que ela apareça muitas vezes. O uso deve acontecer de forma natural.


SEO não é só palavras chaves, não é escrever conteúdo com mais de 2000 palavras. SEO é construção da marca, é construção de autoridade, é ganhar notoriedade no nicho em que vocês estão. Porquê é isso que vai fazer a diferença para vocês rankearem.

6 - Tempo de permanência na página


O tempo de permanência na página é um dos principais fatores de rankeamento do Google, afinal é uma forma de mostrar ao buscador que aquele conteúdo é de boa qualidade.


Quanto mais tempo o leitor permanece na página, com mais eficiência o Google interpreta que aquele conteúdo responde a dúvida daquele público específico. Caso o leitor entre e imediatamente saia da página, o Google entende que este texto não agrada ao público (caso isso se repita constantemente).


Como ampliar o tempo de permanência na sua página:


Conteúdo de qualidade e uma boa introdução – que funciona para convencer o leitor a permanecer até o final do texto, apresentando os benefícios que ele terá com essa leitura;


Use frases de conexão – usar frases e perguntas que mantenham a curiosidade do leitor durante a leitura: “e não é tudo”, “e tem mais”, “quer saber o que mais você pode conseguir?”. Inter-títulos que apresentem benefícios claros.


7- Otimização de imagens para SEO


O Google não enxerga imagens da mesma forma que o usuário. Ele precisa de elementos textuais para entender do que se trata aquela imagem e apresentá-la como resultado em alguma busca.


Por isso, é preciso que, ao subir uma imagem para o seu blog ou site, você se atente a 3 elementos:


a) - O nome do arquivo

Deve ser a palavra-chave separada por hifens. Como já falamos, o Google não lerá os espaços.


b) - Evite salvar imagens com o nome “794743.jpg”.


c) - O texto alternativo (alt text)
O alt text é o principal fator para um imagem. Ele é importante não só para apresentar ao Google do que se trata aquela imagem, mas também para estes casos:

Leitores de tela – leitores de tela são muito utilizados por pessoas com deficiência visual. Com imagens, o leitor lê e recita o alt text para o usuário;

Descrição em imagens quebradas – se a imagem estiver quebrada no blog, o alt text será exibido no lugar;

Descrição das imagens nas buscas do Google.


Muitos especialistas alegam que o alt text deve ser uma descrição literal da imagem (pensando nos leitores de tela e nas descrições no Google e imagens quebradas).


Outros afirmam que o ideal é que o alt text seja a sua palavra-chave.

Aconselhamos que você siga as duas opções. Faça uma descrição da imagem utilizando a palavra-chave.


Tamanho da imagem

Imagens muito pesadas podem comprometer o carregamento da sua página. O tempo de carregamento é outro fator importante para o Google.


8- Linkagem interna


A linkagem interna é fundamental para o Google. A partir dela, os crawlers vão analisar a experiência do usuário nos seus posts e para quais outros conteúdos você está enviando o seu leitor.


Além disso, quanto mais links internos um conteúdo específico receber, maior será a relevância que o Google interpretará que você dá para aquela páginas. É como se você dissesse: “Google, essas são as páginas mais importantes do meu site/blog”.


9- Design Responsivo


O Google prioriza sites mobile friendly no momento de definir o posicionamento das páginas. Se a sua página não está otimizada para aparecer bem em aparelhos mobiles, você pode perder muitas posições no buscador.


10-Tempo de carregamento


A altíssima velocidade que possuímos hoje na internet levou o público a ser um pouco impaciente. Hoje em dia você não quer esperar mais do que 3 ou 4 segundos para uma página carregar.


O Google leva isso em consideração e o tempo de carregamento é fundamental para um bom rankeamento. Páginas que demoram a carregar tendem a ter um tempo de permanência na página muito pequeno.


Off Page - fatores que devem ser trabalhados fora do próprio site


O Google valoriza bastante esses quesitos, pois eles representam a autoridade do seu conteúdo/site e como as pessoas têm sido beneficiadas com ele: quanto melhor o conteúdo disponível, mais as pessoas falam sobre ele e mais backlinks você recebe.


Os backlinks são links de outros sites voltados para o seu. Para o Google, quanto maior a quantidade de sites externos de relevância apontando para o seu site, mais autoridade você tem em relação aquele assunto e melhor seu rankeamento nos mecanismos de busca.

Os sinais sociais são o número de menções e compartilhamentos da sua marca nas redes sociais. Eles também têm uma influência grande nos resultados da sua marca na busca orgânica.


Não deixe de utilizar botões de compartilhamento em redes sociais no seu site, como já falamos. Outro fator importante é o volume de menções à sua marca na web e fora dela. Quanto mais as pessoas falam de você — online ou offline — mais credibilidade você inspira. E este e é um fator que pode aumentar a taxa de cliques do seus resultados orgânicos.


Principais fatores de rankeamento Off Page:


a)-Link Building

O Link Building é a parte mais importante do SEO off page. É a parte que garantirá a autoridade da sua página e do seu domínio e se destacará como uma grande referência para o Google.


Ele funciona como indicações. Todo site que linka para você está te indicando como um bom conteúdo. Quanto mais indicações você receber, maior será a sua relevância.

Quanto maior a relevância do link que te apontou tem, mais respeito você receberá por parte do buscador. Ainda assim, receber links de domínios com relevância inferior à sua é muito positivo.


É importante também receber links de sites que tenham autoridade no tema que você está falando. Caso você receba links de um site que fale de temas que não têm nada a ver com os seus, a relevância deste link não será tão grande.


b)-Autoridade

O principal fator para conquistar autoridade é o Link Building, mas não é só disso que vive a autoridade de um domínio.


Domínios mais antigos possuem uma autoridade maior que domínios muito recentes.

A quantidade de conteúdos que um domínio posta também influenciará diretamente na sua autoridade.


c)-Localidade

A localidade é um fator que influencia diretamente no SEO. O Google procura apresentar resultados de acordo com a sua localidade.

Por exemplo: se você está em São Paulo e fizer uma busca para comprar alguma coisa, o Google apresentará nos resultados lojas em São Paulo.

Ele identifica o seu posicionamento e sempre procurará trazer os resultados mais acessíveis para você.


d)-Social

O engajamento e menções nas redes sociais também influenciarão os rankings do seu site. O Google está de olho em como as pessoas têm engajado com o seu conteúdo.


Desta forma, você ganha autoridade e o Google verá que o seu post agrada aos usuários. Como ele sempre quer dar a melhor experiência para eles, o seu conteúdo poderá ser melhor posicionado.


Claro que existem outros fatores importantes, mas estes têm sido os principais.

10 visualizações

© 2018 RAQUEL COICEV